quarta-feira

Eu, piegas, por Lisboa me confesso...

o que se passa com a minha cidade?
porque é que não há eleições para a Câmara e para a A.M.?
porque é que quase ninguém que lá está exige o que se impõe?
porque é que não há pré-candidatos de jeito?

e, já agora, porque é que os ministérios não sairam ainda do Terreiro do Paço?
porque é que as obras do Metro nunca mais acabam, nem junto ao rio nem na Av. da República?
porque é que o cais das colunas continua desaparecido no meio do lamaçal?
porque é que se perpetuam barracas junto ao Colégio Militar, num estilo provisório-definitivo, e se arrasou a Feira Popular?
porque é que o Parque da Bela Vista é um descampado pouco apetecível - a não ser para o senhor Medina?
porque não há um parque de diversões - não precisa de ser uma réplica da Feira Popular - em Lisboa?
porque é que o parque Mayer parece um cemitério abandonado?
porque é que o túnel do Santana não se despacha?
porque é que não há autocarros da Carris a ligar trajectos quando outros transportes ainda desaguam em Lisboa?
porque é que desapareceu a bandeira do cimo do Parque Eduardo VII?
porque é que não há mais jardins, mesmo pequeninos (desta sei a resposta: porque não se pode construir lá um centro comercial!)
porque é que não se fazem manifs na praça do município para dizer que chega de 'paz podre'?

[devido ao adiantado da hora, regressei à idade dos porquês... A sério: ando triste com o que se passa nesta cidade.(As meninas da política podiam explicar estas coisas?)]

4 comentários:

ab disse...

Que font d’autre mesdames
et messieurs les journalistes qu’égrener le sempiternel chapelet de plaintes plutôt que de mener
des enquêtes approfondies et sérieuses sur la face cachée de la société portugaise pour le compte de leurs rédactions respectives?
Pas besoin d’aller à l’autre bout du monde et se pavaner avec le titre de grand reporter alors que l’on est incapable de mener une enquête fouillée au pas de sa porte?! :(
Mesdames et messieurs "la paresse" levez-vous !! :))

dina disse...

Lisboa está mesmo entregue aos bichos, minha amiga. O que se pasou hoje na reunião de Câmara é um bom retrato. Desta vez coube ao PS abrir o obrigatório desfile de tristes figuras com uma guerra de cadeiras entre dois vereadores. Logo se seguiu o PSD, com um vereador e o presidente em a desdizerem-se em público. Uma tourada. E assim lá vai Lisboa.

susana disse...

Será que é por terem todos telhados de vidro ? É apenas uma dúvida...

rps disse...

Não sei porque não se mudam todas para o Porto...