sábado

Porque é que as mulheres são o último reduto do machismo?

"Só peço uma coisa é que o novo coordenador não seja uma mulher, porque as mulheres a chefiar são uma cabras". Resposta de uma colega minha ao pedido do editor para que dessemos sugestões para o novo coordenador. Porque é que as mulheres continuam a ser as maiores inimigas de si próprios? Será que não percebem que assim as coisas nunca vão mudar...

7 comentários:

escola de lavores disse...

...porque há um padrão instalado no subconsciente colectivo ao longo de milhares de anos.

...porque é sempre mais cómodo o status quo.

...porque, mesmo quem o questiona, sugere que não vale a pena substituir um homem incompetente por uma mulher incompetente.
e, porque não?

[ESSE TIPO DE PRESSUPOSTOS, QUANDO NÃO SÃO DESMENTIDOS PELA RAZÃO, SÓ O PODEM SER PELA EXPERIÊNCIA; E ISSO LEVA ANOS, NÃO É?]

Anónimo disse...

Mas a vossa colega tem razão ou não ?
Muitas mulheres em lugar de chefia não se tornam numas cabras agredindo tudo e todos numa tentativa de justificar o lugar ???
Talvez fose bom sabermos as razões dessa colega.

Anónimo disse...

As razões da colega, muito provavelmente, são as razões da maioria que atira com pérolas deste género... Desabituação.
Não estamos habituados a mulheres em cargos de chefia.
Esperamos sempre uma atitude maternal da parte da mulher; Esperamos/desejamos sempre incompetência por parte de uma mulher que ouse assumir o que até há bem pouco era guardado religiosamente no "segredo dos homens".
E, portanto, quem rompe com estas barreiras, rotula-se de cabra cega. Mas na verdade, a cegueira está magistralmente instalada nos olhos e dedos de quem aponta e generaliza desta forma. Homem ou mulher.

Anónimo disse...

Quer-me parecer é que o vosso complexo feminino continua em grande força...

Ana disse...

Pedro,
Sim, há mulheres em lugar de chefia que são umas cabras. Da mesma forma que há homens que são uns verdadeiros cabrões em lugar de chefia. E isso será sempre assim... encontramos de tudo pela vida fora: bons e maus chefes independentemente de serem homens ou mulheres.
Mas tem de concordar que a observação foi completamente absurda... Quero um coordenador desde que não seja mulher????????
A respostas destas só me apetece ironizar... "eh, pa... desde que não morda"...

madalena disse...

Já tive chefes homens e mulheres. Guarda boas memórias de muitos, sejam homens ou mulheres, como guardo mágoas de outros sejam homens ou mulheres.
Fiquei triste porque a minha colega jornalista que fez o comentário infeliz ainda não fez sequer trinta anos e utilizou um argumento que podia ser utilizado pela minha avó. Fiquei ainda mais triste porque a única pessoa das cinco mulheres que estavam na sala que se insurgiu contra o comentário fui eu.
Sim Luísa tens razão. Mas acho que enquanto esperamos que as pessoas tenham as experiências que devem os preconceitos vão ganhando terreno.

susana disse...

Esse comentário faz-me lembrar aquele que muitas também assinam:"Gosto muito mais de trabalhar com homens do que com mulheres. Elas (ou seja,nós) dão-se muito pior. As equipas de homens dão-se muito melhor". Tretas ! No dia-a-dia há tantas galinhas como galos...e as sacanices não têm sexo.
Quanto ao chefe, é uma questão de hábito. O homem pode ser uma besta mas a malta já está habituada. A mulher se fôr uma besta não está na sua natureza.E se coordenar uma equipa sem um sorriso é uma vaca..Se calhar a tua colega se fôr casada (ou quando viver com alguém) tambem achará normal ser ela a fazer tudo em casa...