quinta-feira

Diário de Belém


O chefe da Casa Civil da Presidência da República convidou os jornalistas credenciados em Belém para um café/chá, ao fim da tarde. Tudo em off, muita reserva, sigilo absoluto sobre o quase nada soprado. A surpresa ficou para o fim. Nunes Liberato levou o grupo para a varanda e eis que...o próprio...sim, o próprio, apareceu. E, descontraidamente, a demonstrar o tal sentido de humor britânico de que a família tanto fala, Cavaco Silva conversou, mais de meia-hora.
Não escrevi mais cedo porque não quis quebrar o segredo jurado pelos media. Mas a concorrência é terrível. Esta cacha estava reservada para o site oficial de Belém. É verdade. Desde ontem que os leitores da Presidência da República sabem que Cavaco Silva recebeu os jornalistas portugueses. Eis a prova de que Cavaco não precisa deles para nada...

4 comentários:

escola de lavores disse...

Inacreditável!

marta r disse...

Gostei da aparição-surpresa e da meia-hora concedida à comunicação social. Tem o seu quê de monárquico.

fvaz disse...

O Stephen Colbert também lá estava?

carrelha disse...

Só foi pena ele ter resistido `sa tentação de comer o pastel de nata, caso contrário teriam tido uma tarde perfeita.