sexta-feira

Como fazer um anúncio pouco credível


É pôr os olhos na maior agência de publicidade portuguesa, a Euro RSCG. Está no ar um anúncio-modelo. Pretende promover o produto Turbo Slim Man, para emagrecer.

Tome nota dos pormenores que fazem a diferença:
1. Formula (sem acento; escrito duas vezes, uma delas em grande destaque)
2. Responde ás exigências daa do nosso corpo (no comments)
3. Laboratórios Forté Pharma dão mais vida á vida (acento ao contrário)

Será que os “clientes menores” não merecem a mesma excelência de serviço que é prestada aos grandes, como a Santa Casa, a Sagres ou a TMN?

4 comentários:

Ana disse...

Não percebi, foi a Euro RSCG que fez? Sabes, acho que não tem tanto a ver com a dimensão e respectiva importância dos clientes, mas mais como o facto de muitos criativos não serem portugueses.
Há de tudo... brasileiros, chilenos, argentinos, etc... portanto quando pensam e escrevem os slogans e textos de uma campanha é frequente darem erros gramaticais e de ortografia. Aliás, alguns slogans nem têm o mesmo impacto que teriam se estivessemos no Brasil... O que não é normal é deixarem a campanha ir para a rua assim. Mesmo que a agência não tenha revisor, há sempre o account, director de contas e, em última instância, o cliente que tem sempre a última palavra.

Marisa disse...

Pois era aí que eu chegaria... Prefiro acreditar que, por um infeliz lapso, enviaram pars os media a versão errada.

Marisa disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

este laboratorio é frances e o anuncio vem claramente dos nossos visinhos franceses. como muita publicidade que aqui anda esta foi mais uma tradução que uns espanhois fizeram com base em sabe-se lá o q.