quinta-feira

Ai, Timor...


Nunca julguei que fosse possível.
Acontece que é fácil enganarmo-nos!

Alguém me explica o que se passa em Timor-Leste?
É política? É revolta? É tribal?... era inevitável?

4 comentários:

Marisa disse...

Eu acho que algumas comadres se devem ter chateado... alguém não devolveu um favor... Não sei. Mas parece-me daquelas situações em que por causa de uma trica paga toda uma Nação. Gostava de ser mosca.

Maquina Zero disse...

Acho que é simples: um povo primitivo, que ainda não desenvolveu mecanismos pacíficos de resolução de conflitos. POrque razão, em Portugal, nós não nos matamos uns aos outros mas elegemos deputados para que 'traduzam' o nosso contencioso em debate político? É sta diferença que faz de nós um País e da Guiné-Bissau uma sucessão de ditadores e golpes de Estado.

dina disse...

Alguém que conhece bem Timor dizia-me esta tarde que estranhos são os seis anos de paz conseguidos até aqui. Não sei.

susana disse...

Leitora da Bloguítica,com links a relatórios sobre a matéria, percebo que quem não desligou de Timor-Leste considerava isto inevitável.