quinta-feira

O gesto é tudo

Manuel pinho demitiu-se por causa de um gesto. um gesto feio, mas um gesto. tal como borrego se demitiu por uma anedota. uma anedota de mau gosto, mas uma anedota. gostava de, um dia, ver alguém demitir-se por uma coisa séria. porque tomou uma decisão errada que custou milhões ao país, prejudicou as pessoas. ou porque cometeu uma irregularidade qualquer (já nem falo numa ilegalidade ou num crime). infelizmente, os políticos continuam a demitir-se por causa de gestos e anedotas. as coisas realmente graves não têm punições tão dramáticas. muitas vezes não têm punição nenhuma.
PS: acabei de ouvir pacheco pereira a tecer elogios ao pinho. já durante a tarde tinha ouvido van zeller e outros "insuspeitos" dizerem bem do ex-ministro. os elogios ficam sempre bem num "funeral político".

7 comentários:

João de Araújo Correia disse...

Um ponto de vista interessante...

PDuarte disse...

interessante não.
correcto.

Marisa disse...

pois é, Dina. Foi isso mesmo que ainda hoje postei no facebook - o concorrenre directo do nosso blogue :)))

Mas ainda não percebi o que é que o Bernardino Soares disse, por isso é que vim aqui espreitar o nosso blogue, a ver se alguma de nós sabia :) O que foi que ele disse????

luisa disse...

ainda bem que escreveste este post. é exactamente o ponto de vista que interessa. um responsável político demite-se ou é demitido porque se envergonha com um flash de comportamento, não por tomar opções erradas ou causar danos. a política é a aparência, no sentido em que Salazar o dizia?

Marisa disse...

outro ponto de vista interessante disse-o agora mesmo a minha amiga isabel no meu mural do facebook: se nenhuma câmara o tivesse apanhado, era como se o gesto não tivesse acontecido.

JPC disse...

Coelho depois de Entre os Rios?

Bruno disse...

Martins da Cruz demitiu-se porque tinha metido uma cunha para a filha.

António Vitorino demitiu-se porque tinha metido uma cunha para gastar menos num monte alentejano.

Fernando Nogueira demitiu-se porque Mário Soares tentou ser líder da oposição a partir de Belém.

Freitas do Amaral demitiu-se porque tinha dores nas costas.

Tantas coisas já provocaram demissões de ministros neste país...