sexta-feira

o sentido que a vida faz


Para quem anda à deriva perplexo com o rumo do mundo, com o crescer da desigualdade e das injustiças. É bom lembrar quem viveu a vida em nome de um ideal. Sem um projecto, a vida não faz sentido, foi a lição que há pouco ouvi de alguém com muita experiência. Porque não nos podemos limitar a ser produtores e consumidores. "Che o argentino" é um hino a uma vida com um propósito.

2 comentários:

Luis Serpa disse...

Não vi o filme e não é portanto em relação a ele que faço este comentário, ou pergunta, mais exactamente:

Como é que consegue desligar o "propósito" do resultado que deu?

madalena disse...

Não sei se já esteve em Cuba, mas eu já estive. Há quem diga que é impossível conhecer um país sem lá ter vivido. Mas falei com muitas pessoas na rua e ouvi de tudo. Uma vez tive a oportunidade de falar com a filha do CHE quando passou por Portugal e ela faz um retrato delicioso da sua terra natal.
Acho que sem o fim do embargo é difícil fazer uma avaliação conclusiva dos resultados da revolução cubana. independentemente de tudo, não me diga que está satisfeita com o modo de vida que resulta deste sistema em que vivemos?