segunda-feira

Trela

Quando eramos crianças também já havia tarados. Mas não se falava nisso. Ou melhor, falava-se menos. E os media não faziam a cobertura que fazem hoje. Mas quer-me parecer que hoje há mais taradice, há mais malucos, há mais pessoas doentes da cabeça… não tenho a certeza. Só sei que, ontem, dei por mim com um sentido estranho de perseguição, que me deixava os olhos cheios de água só de imaginar o que faria se fosse comigo. Estava num centro comercial, onde alguns dias antes, um homem tinha raptado uma criança. Ao constatarem o seu desaparecimento, os pais avisaram de imediato os seguranças e o centro comercial foi encerrado. Descobriram o homem que, momentos antes, tinha sido visto a tapar a boca à criança para não gritar. É uma sensação terrível saber destas histórias. Ninguém pode descansar por um segundo. Vou começar a levar a trela.

2 comentários:

Anónimo disse...

Acho que desde o pós eleições em Timor-Leste que eu não chorava a ver os noticiários. Há sofrimentos indescritíveis.

Manela disse...

Pois é... Infelizmente vivemos numa época em que todo o cuidado é pouco. Por isso, NÃO DEIXEM AS VOSSAS CRIANÇAS SEM VIGILÂNCIA!!! NUNCA, JAMAIS, EM TEMPO ALGUM! E não é só nos centros comerciais, nos jardins públicos também. Faz-me imensa confusão ver pais na conversa e que não estão sequer a olhar para os filhos que brincam longe... NÃO FAÇAM ISSO! É muito fácil pegar numa criança e fugir com ela, bastam alguns segundos de distracção e o pior pode acontecer... É que haverá sempre um 'lobo' mau faminto a querer 'comer' o Capuchinho Vermelho... Por isso, vigiem e protejam as vossas crianças SEMPRE.