quinta-feira

Uma tristeza imensa

Durante quatro anos a Manuela deu-nos uma lição de coragem. Ninguém sabia onde é que ela ia buscar tanta força mas arranjava-a sempre. Desde que soube que tinha um cancro, só os tratamentos e as passagens pelo hospital a afastavam do trabalho e de nós. Durante semanas, mesmo com febre ao fim do dia, lá estava a Manuela no parlamento ou na rádio. Às vezes nem o dizia. Nunca se queixava. Sempre impecável no vestir e na maquilhagem. Quem não soubesse nunca adivinharia o que o corpo não mostrava.
A Manuela nunca se rendeu à doença. Ela queria viver e espalhava essa energia por todas. Lutou sempre mas o cancro foi mais forte.
Manuela Rebelo era jornalista da editoria de política da Antena 1. Tinha 42 anos. E uma força enorme de que não nos esqueceremos.

2 comentários:

Ana disse...

Não a conhecia, mas neste momento as lágrimas vão caindo enquanto escrevo este comment.
São estas mulheres que nos abanam para a vida, que nos fazem parar e pensar como somos mesquinhos com os 'problemas' do dia-a-dia.
Penso sempre que é uma injustiça enorme...
Muito bonito o teu gesto, o teu texto.

im disse...

A força imensa, a tão grande vontade de lutar. São exemplos que irão ficar para sempre comigo. Sempre que me apetecer adiar ou desistir por causa... desses pequenos-grandes "problemas" do dia-a-dia.
Depois, de seguida, irei recordar o sentido de humor, o sorriso, a elegância.
Manela, contigo aprendemos tanto. Obrigado, amiga.