domingo

Mulheres desmazeladas, credo!

E ao terceiro número consigo dedicar uns minutos ao Sol... Constato a profusão de temas - e o ar misterioso de estarem a partilhar connosco inconfidências... Apreciei particularmente a página 2, que antecede justamente a do editorial de JAS (já não é Política à Portuguesa, mas Política à Séria).
Na página dois, esta semana, Maria José Nogueira Pinto (MJNP) explica como, com toda a sapiência popular, um taxista a definiu: 'a senhora é uma boa meia dose' (sic).
Há mais. Revela que antes de tomar decisões importantes vai para as lojas comprar roupa. Mas, ao contrário do que poderia supor-se, MJNP não tem grandes preocupações com a imagem - garante.
"Sim, mas sempre achei que as mulheres não deviam ser desmazeladas. Uma mulher desmazelada não serve para nada. (...) é uma mulher que não se trata, que não se penteia, que não se pinta um bocadinho, que não tem um berloque, uma roupinha da Zara. Hoje as mulheres desmazeladas não têm desculpa. Ter uma mãe desmazelada deve ser traumático. Não as imagino a tomar conta de nada. (...)Uma mulher desmazelada acaba por desmazelar tudo à sua volta."

[OK! ...podem parar de (sol)rir.]

8 comentários:

Woman Once a Bird disse...

O zelo da senhora devia conseguir que se mantivesse calada. Só para aprimorar a figura! Credo, como esta mulher enerva-me de cada vez que abre a boca...

Anónimo disse...

A Zequinha fez uma publicidade doida à Zara, onde vai comprar uns trapitos sempre que tem de tomar decisões, mas fora isso a entrevista pareceu-me muito divertida. Não adianta nem atrasa coisa nenhuma mas lê-se com gosto, pronto.

Assobio disse...

A senhora é uma possidónia pindérica!
Ela não sabe que Zara é marca de 5ª categoria?
E vem chamar desmazelada a quem não se maquilha e não compra trapos na mesma alcofa que ela?
São estas coisas que me deixam a assobiar!

susana disse...

Diverti-me imenso a ler a entrevista. Só não entendo é o que ela faz à roupa da Zara que diz que compra porque, sempre que a vejo, garanto que o corte não é Zara !!!

Ana disse...

bem, tive mesmo que fazer um esforço para deixar de rir! Que mulher tão parva!

dina disse...

uma tentativa de mostrar que é do povo que cai por terra mal olhamos para ela. Se aquilo é Zara, eu também quero aquela Zara. Já agora, só faltava dizer que os "berloques" são da Parfois.

Woman Once a Bird disse...

Não me parece que ela estivesse a afirmar que os trapitos dela são da Zara. Parece-me que ela os estava a recomendar como exigência mínima para não parecer desmazelada... O que só vem esclarecer quais são as prioridades da senhora.

António de Vasconcelos Seabra disse...

Por acaso, o que me contou um taxista uma vez numa incurssão entre o aeroporto e a Avenida de Berna foi que mandou foi esta senhora 'á merda'pois pös-se a barafustar com ele. Enfim gaba-te cesto, esta nem com Prada deixa de parecer bronca pois é mais feia que um abutre