domingo

Anti globalizacao com cerveja

Uma manifestacao em defesa dos direitos humanos na China, ontem a tarde, no centro de Helsinquia, acabou por se transformar em encontro de contestatarios bebados/anarquistas/neonazis/rastas contra a globalizacao ou so contra a policia. Eu explico. O protesto da tarde acabou e alguns jovens resolveram ficar. O tempo passava e apareciam mais. Bandeiras so vi duas, uma com o simbolo da paz e outra com Che Guevara. De vez em quando alguns gritos de ordem em finlandes. O que dominava mesmo era a cerveja, paletes de cerveja. E muita policia de intervencao. Centenas de policias, de capacete e escudo, fizeram cordoes de seguranca, fecharam as ruas do centro e ja de noite cercaram os manifestantes. Mas se aquilo eram manifestantes, vou ali e ja venho. Aquilo eram bandos de provocadores bebados que resolveram passar assim um sabado a noite.

3 comentários:

Português enojado disse...

Pois, realmente "manifestaçöes" daquelas (e naquele sítio) ocorrem pelo menos todas as sextas-feiras, sem que a "bófia" se preocupe (olha lá!)...

Mas como a polícia finlandesa näo tem mais que fazer, e para mostrar que estava preparado contra QUALQUER eventualidade, foi aquele escarcéu todo, prenderam quem lá estivesse, nem que fossem só curiosos.
... quase quase estive para lá ir ver porque raio era aquela coisa todo, ainda bem que apanhei o comboio para casa, ou entäo até eu ia prá choldra!!!

Deste modo, saíram notícias de "centenas de prisöes na manifestaçäo" na Euronews e tudo, e mostrou-se ao Mundo que com os "estrunfes" näo se brinca, e pronto, lá eles podem continuar com as suas actividades habituais...
que nesta Finlândia (onde a criminalidade é baixíssima) consistem, efectivamente, em recolher bêbados das ruas!

luikki disse...

a ignorância não é defeito!
é mesmo, e só, ignorância...
compreensível....
para quem não conhece as noites de fim-de-semana em qualquer cidade finlandesa...

mas ligar essa ignorância a outro tipo de factos, tem uma intencionalidade...
maldosa!

aNtonio disse...

A Susana está por cá?

Quem lhe deu a informação enganou-a.
A manifestação foi organizada por um grupo anarquista (encontro "smash asem"). As outras manifs (quase 20) decorreram todas sem incidentes.
A policia suspeitou que pudesse haver disturbios e nao conseguindo chegar à fala com os lideres dos anarquistas para averiguar das intenções da manif (eles tem lideres?) rodeou os manifestantes e impediu-os de sairem da zona do Kiasma. Alguns atiraram pedras e atacaram - com o seu corpo, barras de metal, há fotos de um a atira um banco do jardim. Muitos foram presos e entretanto libertados.
Mais tarde a policia chegou a ter captivos simples transeuntes entre as quais a minha esposa que entrou na area curiosa e sem perceber bem como estava rodeada de policias de choque que a nao deixaram sair durante alguns minutos. Mais tarde a policia decidiu que "anarquistas ficam, pessoas normais podem sair" e ela aproveitou para vir para casa.

A policia esta a ser alvo de criticas pela sua conduta, tida por exagerada, e, sugerem alguns, provocadora.

Mais informação, com fotografias sugestivas em :

HS
yle
NEWSROOM

terveisin!