quinta-feira

Antevejo canibalização

No dia da mãe já era dia da mãe da minha mãe. No dia do pai já era dia do pai do meu pai. Logo já havia dois dias dos avós. Agora há um terceiro. Ora, no dia da mãe, as avós também recebem uma florzita e tal. Será que a criação de um novo dia traz reais mais-valias? Ou perde-se a florzinha do dia da mãe e as novas receitas nem são assim tantas que cubram a tal flor?

1 comentário:

Ana disse...

Pois eu ignorei, ou melhor, passou-me completamente ao lado que era o dia dos avós... realmente não faz sentido nenhum. Faz-me lembrar um post que a Susana aqui escreveu a propósito do dia do cão... não vejo qual é a necessidade. Afinal, os avós são pais pela segunda vez... ou não?