terça-feira

Floribela: esse fenómeno diabólico

Ainda agora começou e já não aguento. Os miúdos a dizerem "hiper, mega, super" e a cantarolarem aquela música "hiper, super, mega" irritante da Floribela. Para os mais distraídos, o refrão é "Não tenho nada, e tenho, tenho tudo. Sou rica em sonhos e pobre, pobre em ouro... e que me importa se todo esse dinheiro. Não compra amigos , estrelas, o amor verdadeiro!".
A SIC fez um mini-especial sobre a Floribela, com filmagens no estúdio onde é gravada a telenovela... mais um bocado e tinham que mandar calar a jovem actriz (?) e cantora. Ficou tão feliz, tão feliz, tão feliz com o disco de platina que não tinha palavras para se expressar... mas depois não se calava. E lá disse que adorava um dia fazer um programa com crianças ou ligado à música (hum, hum) enfim... atirou para o ar assim umas quantas coisas. E disse aos meninos marotos que estão aí em casa que têm de trabalhar muito e que, a seu tempo, serão recompensados por isso; que vale a pena esperar. E disse também que esta telenovela é muito educativa. Desculpem o tom, mas não tenho pachorra para telenovelas e, mais uma vez, fico chocada com putos de quatro, de cinco, de seis anos a chorarem por ver a Floribela ao vivo... Por favor, pais, façam meninos, façam irmãozinhos para os meninos brincarem em vez de estarem agarrados à TV.

4 comentários:

escola de lavores disse...

luísa said...
Impossível descrever para quem nunca espreiou, esse floribela ou lá o que é: não tem diálogos, não tem actores, não tem história, adereços e persobagens (?)tudo muito confrangedor, colorações de cabelos e barba que só visto) pulos, pinotes, e candura a rodos, enfim, brrrrg... É uma coisa de fugir (os morangos serão fracotes mas têm o atractivo do realismo); agora esta série trata todo o mundo como se fosse demente...
Seria prioritário o Governo proibir este atentado, com uma lei de atentado ao pudor, sei lá...
(olha, Ana, é tão, tão, tão deplorável, que elogio-te a pachorra para postares sobre o assunto; o meu SOS é: pais e filhos e avózinhos - fujam da televisão na hora dela)

Marisa disse...

Ainda bem que há uma música que diz "Sou rica em sonhos e pobre, pobre em ouro... e que me importa se todo esse dinheiro. Não compra amigos , estrelas, o amor verdadeiro!" e que anda na boca de toda a gente!

Só vi uns 10 minutos de Floribella (com dois L) um dia destes, para saber de que tanto se falava.

Achei a produção muito fraca (para não variar...), mas prefiro que haja fenómenos de "locura televisiva" como a Floribella - que passa mensagens que de outra forma algumas crianças talvez nunca ouvissem - do que fenómenos como os big brothers onde as únicas mensagens são de pura indigência espiritual, e não só.

Dentro do fraco cenário televisivo que temos, viva a Floribella!

escola de lavores disse...

...bolas, Marisa,... glupp! qu'tás só do contra!!!
vai apanhar sol, miúda!

Anónimo disse...

Very cool design! Useful information. Go on! film editing schools