quarta-feira

Carmona, importa disto, s.f.f.


Em Aljezur, Carrapateira e por aí adiante não há ruazinha que não tenha umas casas de banho públicas (gratuitas e bem limpinhas). Em Lisboa temos de andar a consumir qualquer coisa à pressa nos cafés, ou pedirmos aos comerciantes para nos "emprestarem" os seus WC para fazermos um reles xi-xi de emergência. É constrangedor!

1 comentário:

raios e coriscos disse...

Enquanto, de forma tolerante, emitimos as nossas análises, em democracia, organizam-se blogs fascistas ou fascizantes !

www.ocantodocirne@blogspot.com
cirnedecastro@sapo.pt