sexta-feira

Descobri Bagão Félix

Ontem, Luís Osório, na entrevista de fim de tarde do RCP, apresentou-me um homem que eu desconhecia: Bagão Félix. Afinal não é mais um político. É um ser riquíssimo com uma vida interior e intelectual admirável. Daqueles que não são compatíveis com a "vidinha" política minada por uma maioria que não faz juz à (teoricamente) nobre responsabilidade, que é decidir em nome da polis.

Horas antes eu tinha entrevistado mais um desses nobres seres. Desistiu de ser deputado porque, para si, "o bem supremo é o interesse nacional e não as amizades". Uma pena...

1 comentário:

SM disse...

Resta saber se esse homem de riqueza interior tão profunda não continua a ter ligações às administrações de empresas seguradoras tão pobrezinhas (e que não dão dinheiro profundo nenhum) como antigamente.Ou outras quaisquer, que não fazem mal nenhum à vidinha dos escroques tão maus e profundos que nós somos.Ai que mauzões que nós somos ao pé do Dr Bagão Félix, ai que mauzões.Temos que ir mais à missa para ser como o profundo ser Bagãozinho, não é?O post deve ser porque o homem colecciona ampulhetas.