quinta-feira

Resiste rapariga!

A Constituição fez 30 anos. Apesar da sua juventude (sim, sim, juventude) já fez uma série de liftings, peelings e lipoaspirações. Mesmo assim, ainda há quem ache que não chega de plásticas e queira deitá-la de novo na mesa do cirurgião.
Paulo Portas quer branquear-lhe os dentes, levá-la ao solário, pintar-lhe o cabelo de louro com nuances e obrigá-la a perder 20 quilos. Ou seja, quer que a Constituição fique igual a ele.
Manuel Monteiro quer uma transformação ainda mais radical, do estilo "programa de protecção de testemunhas" para a deixar irreconhecível ou, então, obrigá-la a passar à clandestinidade. Tal como lhe aconteceu no que toca à vida política.
Projectos tão radicais como os que são defendidos do outro lado da barricada, pelo PCP e pelo BE. Por vontade deles, nem o buço tirava, a pobre Constituição.

Felizmente, até agora, ela tem resistido como pode. Vai-se arranjando, melhorando, mas sem se transformar noutra. Esperemos que continue assim e que saiba envelhecer com naturalidade e graça.

1 comentário:

SM disse...

Uma Constituição balzaquiana, no fundo.


SM