sexta-feira

terça-feira

Posso propor? [3]

Com a saída de Paulo Macedo de D.G. de Impostos, por que não nomear o sr. André Gomes, comandante da Polícia Municipal de Lisboa, para "tratar" dos contribuintes do país todo?(obviamente não dos putativos contribuintes que, esses, como se sabe, continuam país afora, fora do sistema).
É que, só num mês, a caça à multa em algumas vias de Lisboa, já rendeu três milhões e oitocentos mil euros...
Há lá maior eficiência que esta?!

Já agora, estou 100% de acordo com o presidente da Câmara de Lisboa que defende, acima de tudo, a segurança embora se mostre disposto a avaliar a petição em marcha. É, aliás, disso - da segurança pública - que me lembro sempre que, como utente da Carris ou simples transeunte, vejo os carros de governantes, corpo diplomático, polícia e ilustres visitantes a atravessarem Lisboa em velocidade que nenhum 'utilitário' atinge...

segunda-feira

Posso propor? [2]

Ao novo governo de Lisboa, à Câmara Municipal e ao novo presidente, uma auditoria ao funcionamento e processos da EMEL? Pelos bloqueios de carros mal estacionmados e pelas multas ultra-ridículas face a certos estacionamentos, mas sobretudo pelo excesso de zelo. Não bastaria ser justo e ter sentido prático?

Como se explica que por um atraso de quatro minutos (10h04) para lá da hora estipulada para 'cargas e descargas' (07h-10h) um lisboeta não possa entrar no Bairro Alto apenas para entregar a um residente amigo, ambos perfeitamente identificados, um berço de bebé, isto numa calma e despovoada manhã de uma segunda-feira de Agosto?
Uma hora depois, um camião de cerveja, esse sim em função de cargas e descargas, pôde passear-se pelas ruas do Bairro sem-cerimônia e com toda a compreensão dos porteiros camuflados ao serviço da EMEL.

PS - Serão os administradores da EMEL tratados como qualquer cidadão? E os funcionários da EMEL não são, de todo, permeáveis a 'manteiga'? (Estas e outras dúvidas seguem também para o executivo camarário).

Posso propor? [1]

À Brisa e às outras concessionárias, como a Euroscut, Autoestradas do Atlântico etc, publico-ou-privadas, que exploram auto-estradas que os utilizadores pagam,... sugiro um pouco mais de decência!
Basta que 'ajustem' o preço das portagens aos cortes de qualidade e interrupções com que surpreendem regularmente os automobilistas, obrigados a pagar "portagem integral" mesmo quando ficam com boa parte do trajecto afectado.

Em alternativa, o próprio MOPTC não poderia 'sensibiliza-las' nessa regra de elementar bom-senso?

domingo

A arte de fazer nascer bem em Portugal




Finalmente uma boa decisão do Governo: não encerrar a Maternidade Alfredo da Costa. Sempre acreditei no bom funcionamento do Serviço Nacional de Saúde, a experiência de dar à luz na Mac foi apenas mais uma prova de que o serviço público funciona bem em Portugal. Que a minha experiência sirva para acabar com as histórias de terror que se contam. Preconceito número um: os médicos e as enfermeiras da Alfredo da Costa são brutos. No meu caso não podiam ter sido mais cuidadosos competentes e carinhosos no momento mais importante da minha vida. Preconceito número dois: para ter um filho é preciso sofrer. A epidural faz milagres quando dada no momento certo e dar à luz pode não doer como foi o meu caso. Preconceito número três: depois de ter a bebé ficamos entregamos a nós próprias. Na enfermaria em que fiquei tive sempre a atenção das enfermeiras 24 horas por dia.
Como diz António Arnaut, fundador do Serviço Nacional de Saúde,"o SNS é património insubstituível do povo e é dos melhores do mundo.